Meu Chão – retratos

Página da zine Meu Chão - retrato e depoimento de Giovana

Para começar vou explicar um pouco… Meu chão é um projeto de artes visuais que eu, Paulo, desenvolvi de 2014 a 2015, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, através do programa Agente Comunitário de Cultura. A proposta foi retratar moradores de regiões próximas de onde moro – o Jardim Ângela, zona sul de São Paulo.  Colhi relatos das pessoas, tirei fotos, desenhei os retratos e por último os divulguei em minhas redes.

Retrato de Ryan e Maria - Meu Chão, Paulo de Medeiros
Retrato de Ryan e Maria – Meu Chão, Paulo de Medeiros

 

Também fiz duas exposições dos retratos. As ações aconteceram principalmente na região do Jd. Ângela, Piraporinha e Jd. São Luís. Basicamente foi isso. Mas além das coisas que citei, havia também a possibilidade de uma publicação, que eu não sabia como poderia ser até que o Carlos deu a ideia de fazer uma zine.

 

Poema Meu Chão - Meu Chão/ que me circunda/que me banha/ que me aquece/ me alimenta

Meu Chão tem o objetivo de trazer à mostra as caras de periferias da zona sul de São Paulo. Todos os tipos de olhos, bocas, cores, cabelos e expressões serão retratados através de ilustrações.

 

 


 

Meu Chão – a zine

Retratos "Meu Chão" expostos na Mostra de Teatro Monte Azul
Retratos “Meu Chão” expostos na Mostra de Teatro Monte Azul – 2015.

Essa ideia de produzir uma zine já vinha em nossas cabeças há algum tempo, mas a materialidade dela só aconteceu quando tivemos contato com o trabalho do pessoal da Insurrecta; que é uma editora artesanal e distribuidora de publicações independentes. Para ser mais específico, tive em minhas mãos a zine Couro Quente que trata de questões de gênero. Gostei muito de como ela traz essa questão, da qual conheço bem pouco, e apesar do conteúdo não se tratar do mesmo que trabalho no projeto Meu Chão, a Couro Quente me inspirou muito.

Por fim, botamos a mão na massa; imprimimos os retratos em formato menor, os textos e as fotos que fizeram parte do projeto. Com esse material em mãos fiz colagens e escrevi trechos dos relatos dos retratados nas páginas. Cada página foi tecida uma a uma. Juntamos as páginas e costuramos, fizemos ela no formato paisagem e com costura japonesa.

Depois disso tudo, levamos alguns exemplares para o lançamento junto do Costurando Contos Narrados, no evento de Cidadania Cultural na Galeria Olido.  Montamos nossa mesinha no corredor da galeria e algumas pessoas apareceram por lá, algumas zines se foram com essas pessoas e algumas outras continuamos a costurar por lá mesmo.


Meu chão – virtual

[envira-gallery id=”1160″]

Ah, aproveite e pegue uma versão em PDF da matriz da zine clique aqui!

Em breve, adicionamos um versão virtual mesmo. =P

E se quiser a versão ENCADERNADA fala com a gente pelo e-mail oi@minimodiario.com.br

O valor de troca sugerido é de 10 reais e ainda temos alguns exemplares.


poema artinexplicavel - david oliveira - na zine meu chão Paulo de Medeiros
Artinexplicavel, de David Oliveira, na zine Meu Chão, de Paulo de Medeiros

 

Assim como a Couro Quente me inspirou, espero que o Meu Chão inspire pessoas por aí! #InventeUmMeio

Salvar

Deixe uma resposta